domingo, 26 de abril de 2009

EVO vs TC


Animação
mostrando o funcionamento dos motores:
EVO -
http://www.animatedpiston.com/Evo.htm
TC - http://www.animatedpiston.com/TwinCam.htm


Navegando pelo mercado de usadas pude perceber algo interessante. Talvez como reflexo da moda vintage, que transformou em pop tudo que é antigo, os preços das Evolution é praticamente o mesmo das Twin Cam carburadas.

Sempre tive vontade de ter uma HD antiga, Shovel para trás (sendo uma Knuckle, meu sonho de consumo), mas para algumas não tenho dinheiro (visto serem super valorizadas) e para outras não me considero gabaritado para ter, porque creio ser necessário um conhecimento de mecânica, que eu possuo em grau negativo.

Por isso creio que o EVO fica num meio termo. Guarda ainda aquela "essência", mas sem ser tão rústico quanto os demais. Posso até estar falando merda, mas é o que penso.

O problema é que vai ser difícil encontrar um EVO com um preço justo. Até existem, mas é difícil e vai demorar para achar. Geralmente são vendidos rápido, e apenas no boca a boca. Por outro lado, tenho visto muitos TCs bem mais novos que as EVO e por um preço bem mais atraente, o que me causou certa surpresa.

Mas depois que algo vira "cult", "old school", já era...

Pelo visto, uma vez que os preços são idênticos, a escolha, salvo algumas exceções, passa a ser uma opção pessoal pelo motor que mais lhe agrada. Como estou a pouco tempo no mundo Harley Davidson, resolvi procurar pela opinião dos mais antigos, para saber um pouco mais sobre ambos. Opiniões essas que reproduzo aqui.

De cara nota-se que o EVO possui como característica marcante e, diga-se de passagem, polêmica, a vibração (por ter seu motor montado de maneira sólida no quadro). Seus defensores ferrenhos, que proclamam ser a última Harley Davidson de verdade, adoram. Outros, por sua vez, consideram um incômodo desnecessário e detestam.

Unânime, entretanto, é a sinfonia que um EVO é capaz de produzir. Com uma marcha lenta bem ajustada, chega a ser humilhante para qualquer TC que esteja por perto.

Alguns disseram que se for destinada para uso em estrada, é melhor o TC, porque vibra menos devido ao contra-balanceiro, que permite rodar em maior giro. Alegam que até uns 120km/h, a EVO roda numa boa, depois disso, a vibração começa a incomodar. Com a TC, essa faixa sobe para os 140km/h, talvez até 150km/h.

Já se o uso for maior na cidade, alguém disse ter a impressão que o EVO acelera mais, talvez seja por causa do menor número de partes a serem deslocadas no motor (os TCs tem duplo comando com tensionador de correia, contrapeso no virabrequim, etc.). Todavia, também falaram que no dinamômetro, com filtro e escape de menor restrição e carburador re-jetado, elas rendem quase a mesma, perto dos 65hp de potência com 75 ft.lb. de torque, sendo que os TCs tem 8.9:1 de taxa de compressão (os EVOs tem 8.5:1) e 88 C.I. (ou 1450cc) – os EVOs tem 80C.I. ou 1340cc.

Um amigo me disse: "Eu ficaria com o melhor negócio. Ou seja, pegaria a moto mais barata que estivesse menos rodada, independente de ser EVO ou TC. "

Concordo até certo ponto, mas acho que em se tratando de Harley Davidson as coisas não funcionam dessa forma. Não se seguem fórmulas, não se é racional. Não é à toa que se costuma dizer que não é você que escolhe a HD, mas a HD que escolhe você...

Por isso prefiro a opinião de um outro amigo:
"certas coisas a gente tem que viver..."

Um comentário:

Daniel K disse...

Fala,Diogo...ta lembrado de mim...Daniel,que tinha aquela shovel suicida rabo duro no RJ...lembro de vc no Wagner com sua primeira Sportster!!!!
Muito legal!!!
Vou colocar o blog nos links do meu(sinistros-forever)!!!
Quanto a sua futura moto,eu sou apaixonado por EVO,mas acredito que o piloto faz a maquina e não o contrário...hoje tem muito Hype em relação a tudo,new school,old school,etc...bullshit!!!
Um grande abraço!!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...