segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Fim de semana no RJ

Aproveitando a deixa do post do Lord, sobre a loucura que é viver no RJ, farei um breve relato sobre 2 episódios deste final de semana.

Sábado de manhã, nosso amigo Leonardo fez a gentileza de me presentear com um esquecimento de habilitação e documentos atrasados, em plena blitz, já manjada, entre dois famosos túneis do RJ. Para piorar ainda mais a situação, havia uma equipe de reportagem da RECORD no local. Conversa vai, conversa vem, não teve papo. Moto apreendida e levada para o batalhão.

Mas como diz o ditado, só não tem jeito a morte. E como diz outro ditado, para bom entendedor...

Enquanto roubos de moto causaram 2 vítimas, em menos de 1 mês, sendo uma fatal e a outra em coma, a preocupação do poder público é apreender a moto daqueles que claramente a utilizam para fins lícitos, como os inúmeros motoboys que foram parados e tiveram suas motos apreendidas, causando-lhes problemas em seus empregos.

Até concordo que as leis devem ser cumpridas e que os veículos irregulares devem ser apreendidos, mas primeiramente creio que deve haver um certo bom senso na aplicação prática de tais preceitos, até mesmo visando a efetiva concretude da "ratio", do sentido da norma.

E, além disso, o que considero mais relevante é que o poder público não pode exigir nada do cidadão se não oferece algo em troca. É uma questão de inversão de prioridades, inversão de valores, onde o que se vê são os deveres dos cidadãos de bem serem exigidos, ao passo que os direitos dos que vivem à margem da sociedade são assegurados. Mas isso já é outro assunto, bem mais profundo e com um sem número de reflexões pertinentes.

Para finalizar, já na madrugada de sábado para domingo, invadiram um estabelecimento comercial de um conhecido em circunstâncias pra lá de suspeitas...

É, como diz a música, purgatório da beleza e do caos...

2 comentários:

Leonardo disse...

vai falar que nao curtiu o presente...


olha lá em...proxima vez vai ficar sem!


hauhuahauhauhuahuahauhau

o melhor era a galera que passava de carro dando esporro na pm...

Claudio Dratwa disse...

aqui em sampa é igual.
Outro dia aprenderam meu documento e de mais 2 amigos porque a placa era menor. Depois quando fui retirar o documento com a placa devidamente arrumada, nego começa a embaçar nos piscas. Já me encheram o saco por causa do barulho, piscas, falta de adesivo reflexivo no capacete... Prender bandido, nem pensar.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...