terça-feira, 3 de novembro de 2009

Eu, bandido de motocicleta


"Fujo da polícia todos os dias. Tornei-me um bandido. Assim me sinto aos 61 anos, na minha cidade do Rio de Janeiro. Sou um bandido. Depois de criar e gerir empresas, ativar empreendimentos comerciais bem sucedidos, com uma vida inteira dedicada a atividades absolutamente lícitas, além de ser casado e com filhos adultos, hoje me escondo da polícia.

Chego às 7h da manhã (todos os dias) ao meu trabalho em Copacabana com minha moto, para estacionar. Onde? É proibido estacionar motos em Copacabana. Por quê? Não sei. Fico perguntando a um e a outro: a "Guarda" vai passar hoje aqui? Pode ser, dizem. Observo atrás da banca de jornais. Aqui dá? Bem, ontem rebocaram bem aí. Talvez naquele recuo, na calçada. Não, ali não - ali é onde eles mais pegam.

Tento uma ladeira perto do morro. Tem perigo. Calçadão da praia? Nem pensar. Vaga Certa? Não aceita motos. Pôxa! Onde, então? Passa um carro da polícia e me olha. Tremo. Sou bandido.

Não sei a quem esta carta se destina. São tantas autoridades. Choque de Ordem. Código de Trânsito. Lei das Posturas Municipais. Onde? Quem? Ouçam: quero cumprir a lei. Entendo que é preciso ordem e disciplina. Estou de acordo. Mas quero a Guarda Municipal e a Polícia Militar como aliados meus, não como adversários que se esforçam para me prejudicar, me multar, trazer prejuízos.

Não sou nenhum moleque. Exijo das autoridades não complascência, mas apoio nas obediências que não me nego a prestar - mas quero coerência. Quero ser visto como alguém que merece respeito. E sendo assim, quero que o prefeito resolva esta questão.

Trabalho sete dias por semana, assim como ele. Há anos trabalho sete dias por semana, assim como ele. E então daqui faço minha proposta: que a cidade crie um sistema inteligente de estacionamento para motocicletas nos bairros e que indivíduos de bem não precisem mais se sentir como bandidos na vida."

Artigo do leitor Roberto Schaumburg de Oliveira
vulgo Robertinho - Prez. Harley´s Dogs M.C.
publicado no Globo On Line, dia 09/10/09

Um comentário:

Cara de Mau disse...

esse texto é a pura realidade..
tento, eu disse , tento estacionar em Copa umas duas vezes por semana e sempre volto achando que não encontrarei mais minha moto.. mas n por roubo , mas por conta dos homens da Lei..

triste isso, e muito muito chato.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...