sábado, 31 de janeiro de 2009

Fuck The Factory (?)


A Harley Davidson passou por diversos momentos sombrios em sua história.

Da época da 2ª. Guerra e as jogadas infames para serem a fornecedora oficial do exército americano, à caça as bruxas do fim dos anos 70, onde todo produto que estivesse utilizando a marca era imediatamente processado, e fez com que pequenos negócios nascidos do amor e na dedicação à Harley fossem fechados. Do período AMF produzindo grandes porcarias, à fama de “poçante” (devido às poças de óleo que costumava deixar), a HD nem sempre acertou a mão com seus consumidores.

Assim, com o passar do tempo, FTF (Fuck The Factory) virou, merecidamente, frase comum.

Mas hoje, será que isso procede ?

V-Rod, Rocker. Ano passado o marketing do tal aperto-de-mão-secreto lançado nos Estados Unidos deixaram muitos tradicionalistas acreditando que a Harley estava ainda distanciada de seus seguidores.

Mesmo assim, tivemos o lançamento da Cross Bones, uma moto quase unanimemente considerada passo no caminho correto.

Sempre haverá alguém com uma Harley 83, reclamando dos vazamentos, sofrendo pra colocar a moto funcionando corretamente. E quem fala mal sempre faz mais barulho do que quem fala bem.

Com uma crise como a que no momento nos abate, as quedas de ações da HD caindo até 53% (imagina , menos da metade !!!), manter a “Marca” em evidência, manter a qualidade dos produtos, manter seus fiéis seguidores fica ainda mais difícil.

Aí esse ano lançam a Sportster Iron. 883cc. A menor moto da fábrica, mas com ESTILO ! O marketing bem direcionado, indo direto ao ponto. O fato de que basta uma pintura para que qualquer um com uma moto de até cinco anos atrás fique bem similar a ela ainda dá mais valor ao lançamento...

Mostra que eles estão de olho em seus consumidores, PRESTANDO ATENÇÃO ao que lhes interessa, e correndo atrás. Obviamente não são lançadores de novidades, mas nunca se propuseram nem têm condição de ser. É um elefante enorme, mudar uma linha, ou uma estratégia dá muito trabalho. Mas vêm tateando e, ao meu ver, encontrando o caminho para despertar o interesse.

E produzindo motos de qualidade inegável, confiáveis, e que vão rodar por muitos anos.

Nada a ver com as concessionárias brasileiras, óbvio. Essa é minha visão com relação à fábrica, a Harley Davidson. E não com relação a seus representantes no Brasil.


sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Hoje é dia...

Sexta-feira, Rio de Janeiro.

Fez um calor dos infernos o dia todo, quem não estivesse no ar-refrigerado deveria correr para a beira do mar prá tentar se salvar do maçarico.

As verdadeiras sirigaitas, assim, passaram o dia contrastando a marquinha de bikini que só uma brasileira sabe o formato e localização correta para enlouquecer qualquer beato.

Como toda boa noite de verão, a previsão de hoje é chuva, e forte.

A essa hora os telefones devem estar tocando por toda a cidade, agendando as mais enlouquecidas esbórnias para logo mais. (A minha foi armada bem mais cedo - the early bird get's the best worm...)

Assim, desejo a vocês, amigos, uma ótima noite de SEXta-feira, e sucesso nos excessos...

Helmet Law sucks

Evel's

Antes que falem...

Random Paintings by Dave Mann





Bikes...




Got Salt ?

Olha que coisa mais linda, mais cheia de graça...



Let's Face The Music And Dance


Bandidos MC



Não sou de postar nada sobre MCs, em respeito às diferenças, e por ter optado a não mais participar de MC nenhum.
Minha humilde postura em relação aos MCs é de que prefiro a amizade de todos, à comprar rivalidades das quais não participo.
Assim, sinto que tenho liberdade para ter amigos em diversos MCs, e (ao menos a que me consta) nenhum inimigo.

Este video achei meio que do nada, e gostei. Não pela bandeira, que como disse, nada tenho a ver, mas pela quantidade. Bonito de ver...

Buk the man

"você pode não acreditar nisto
mas há as pessoas que
passam pela vida com
muito pouca fricção de angústia.
eles se vestem bem, dormem bem.
eles estão contentes com
a família deles.
com a vida.
eles são imperturbáveis
e freqüentemente se sentem
muito bem.
e quando eles morrem
é uma morte fácil, normalmente durante o
sono.
você pode não acreditar nisto
mas tais pessoas existem.
mas eu não sou nenhum deles.
oh não, eu não sou nenhum deles,
eu não estou nem mesmo próximo
para ser um deles.
mas eles
estão lá ...
e eu estou aqui."
Charles Bukowski

Krugger




Prá enfeitar o dia...


Quantos quilometros, quantas histórias...


Sportster



Obras de Arte


Arlen Ness

Tanques






Bota mais foto de moto aí Lord...





Desliga essa porra !!!


Eu gosto de armas de fogo

Mas uma obra de arte dessas, não tem que gostar ?

Vovô que era maluco...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...