terça-feira, 31 de agosto de 2010

Tarantino e Rodriguez na parada de novo

Começou apenas como um fake teaser no lançamento do Grindhouse (Planeta Terror e A Prova de Morte) em 2007 ...



Agora realmente virou filme e logo ta por aqui ...



Egor The Giant Nude Viking




What's a chopper?


What is a chopper?

I know in my mind, what I think a chopper is.

A few magazines and blogs I like, pretty much say you have to have a rigid frame, to have a chopper. Or a sissy bar that reaches the axle. Or a kicker. etc etc

What do you think?

What is a chopper?

Who decides?

Who gives a fuck?

Why do these people always have to make rules about what is, and what isn't?

Who are they?

Who made them the bottom line?

You chop shit off.

You CHOP. SHIT. OFF.

So the Question is...

How much shit do you chop off? To make it a chopper?

And if you're building a bike/chopper, do you add a bunch of shit then chop it off?

Because if you don't then what you have is a custom bike, not a chopper.

Because a chopper has to be chopped.

Again, if you love your bike, then who really gives a fuck?

Its like that other question that those stupid magazines and blogs love : who's a real biker?

I think that the Bikers of yore didn't really give a fuck about either of these questions and
just made their bikes the way they wanted too, and rode them the way they wanted too. Without worrying too much if someone thought they were real bikers or not, or what the style of their bike was called, as long as they showed class.

Which brings me to another question: What ever happened to CLASS?

'cause I don't know much, but I do know that huffing and puffing and telling everyone what makes a real biker or what you have to do to be a real biker or what you have to ride to be a real biker is showing no class at all.

shut the fuck up and ride.

www.buzzkillerz.blogspot.com

FLY AND RIDE



Ia postar umas fotos mas não vou postar é nada, que se foda! Quem não foi, perdeu! E quem foi sem comprar ingresso antes, perdeu também, o evento lotou antecipadamente e os ingressos eram limitados!!! Assim é bom porque não vira muvuca! Os melhores customizadores do Brasil e as melhores lojas expondo uma moto melhor que a outra! Realmente uma grande concentração de máquinas que dificilmente a gente vê por aí, motos nivel U.S.A. e até melhores! Fora os passeios de avião! A feijoada tinha uma fila enorme mas com razão, estava um espetáculo! Enfim, o único ponto negativo foi o já famoso atendimento do Bar da Brahma, malditos capitalistas da cerveja! De resto, nota 1000!!!

Uncle Jerry




Diminui a luz, aumenta o som, and let the river run...

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Ultimate Vuvuzela




The Truth Is Out There

Check the "bridge" at the end of the clip.



and solo



http://dirttrackproductions.com/trailers/ridingsolo/index.html

Festa CROMOS M.C. - São José dos Campos





























Há duas semanas um amigo me convidou para cair na estrada rumo a festa de aniversário dos Cromos M.C. em São José dos Campos. Foram tantos os rasgados elogios às festas anteriores e tamanha foi a empolgação do sujeito, que foi impossível dizer não. E, de qualquer forma, eu nem estava precisando muito de uma justificativa para rodar uns kilômetros.

Na véspera da viagem tudo caminhava para o rolé se transformar em um verdadeiro programa de índio. A previsão do tempo indicava final de semana chuvoso e frio, e do jeito que ventava a noite no RJ, não restava menor dúvida que a viagem seria debaixo de muita água.

Não deu outra. Sábado cedinho, lá pras 05 da matina, chuva e frio. Bateu um desânimo, mas liguei o foda-se. Botei 03 calças, umas 05 camisas/casacos e me mandei pra Rua Ceará, ponto de saída da galera. Chegando lá, já tinha uma meia dúzia esperando o bar abrir pra tomar café. Papo vai, papo vem, o resto da galera foi chegando. Quando o trem já estava todo na estação, caímos na estrada...

A viagem de ida foi do caralho e, contrariando todas as previsões, não caiu um pingo d`água. Puta trem bacana. Membros de M.C.s de tradição no RJ e mecânicos das antigas em 15 motos, sendo 13 Harleys, incluindo Shovels, Evos, Twin Cam e até um S&S de responsa. Boa parte do percurso fui seguindo uma Shovel que levava presa ao guidon uma vara de pesca e atrás uma frigideira com fundo queimado. Como diria a Mastercard, não tem preço...

Chegando em São José, seguimos para a oficina/sede dos Cromos M.C. onde fomos muito bem recebidos. Localizada às margens de uma grande avenida, a sede é um senhor galpão de 02 andares e deixa qualquer um imaginando as festas que não devem rolar por ali. De lá, os caras nos guiaram até o local do evento, uma espécie de sítio, cujo visual dispensa comentários.

Conforme foi anoitecendo as motos foram chegando, assim como o frio. A festa ficou cheia, mas não entupida, ou seja, na medida. Já quanto ao frio, definitivamente não posso dizer o mesmo. As bandas garantiram o rock n` roll all night long. O churrasco e "certos" aditivos ajudaram a não congelar e o papo com os amigos rolou solto madrugada adentro...

Já a volta pro RJ no dia seguinte... Essa sim foi um banho de água fria. Literalmente...

Aos Cromos M.C. meus parabéns pela festa e até a próxima.


For english version, click HERE

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Enfeitemos ...



FLY AND RIDE!!! É NESTE FIM DE SEMANA!!!




É isso, já está todo mundo sabendo mas não custa lembrar o povo que o evento é neste fim de semana! Estaremos lá! E pra quem não tem avião e não puder ir, prometo postar umas fotinhos do evento na semana que vem.
Tô de saída!

PARA MAIORES INFORMAÇÕES E/OU COMPRA DOS INGRESSOS, FAVOR ENTRAR EM CONTATO COM MIGUEL DIESEL, ATRAVÉS DO E-MAIL miguel-diesel@hotmail.com.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Swap Meet / Garage Sale




Stay tuned for more...

Não se fazem mais carros como antigamente...





1958 Pontiac Bonneville Woodie Wagon

Swap Meet Special




AVC, CTI e os Tentáculos Peludos da Morte.



Sexta 13 de Agosto.

Festinha de Dia dos Pais atrasada na escola do caçula fez o Lord entrar na Vuvuzela bem cedo (sexta-feira ponte Rio Niterói não é ambiente pra carros com mais de 30 anos de idade) e ir passar o dia na casa da prole.

Chego cedo, primogênito já tinha ido pra escola, pego caçula e vamos à praia.

Dia mais que lindo, solzinho brando, água quente e clara demais. Itaqua com um metrão, do Costão pro Meio. Uma valinha difícil fazia que experiência valesse mais que disposição, e deixa Lord esquecer a quanto tempo não curtia um marzinho tão perfeito.

Resultado: 2 horas de Deja Vu. Duas horas dominando uma valinha esperta, lavando a alma. Saio d’agua com os olhos inchados, o pulmão limpo, e uma dorzinha de cabeça leve.

À tarde festinha emocionante como só escola de crianças sabe fazer, durmo por Niterói mesmo, e sábado cedo parto pra casa.

À noite, uma compreensiva senhorita ministrando tylenol, novalgina e sexo ajuda a passar uma noite dolorida.

Domingo duas Neosaldinas de café-da-manhã pra agüentar um churrasco de família.

Mais duas Neusas pra voltar pra casa, segunda acordo com a cabeça bombando. Vamos ver essa pressão. 17X9 e a Deliciosa Doutora me manda pra tomografia: AVC Hemorrágico.

E tome droga, e droga, e droga. Curto as naturais, a tempos acabou minha fase romântica com as sintéticas.

Mas sem Morfina não havia como suportar. Viagens intravenosas deixam o Lord no planeta química, feliz com sabe-se lá o que.

Cinco dias de CTI.

Uma noite ouço do leito ao lado a menina de 17 anos, mais de 10 dias em coma, chamando pela mãe. E vejo que o mundo não acabou. Ainda.

Na noite seguinte, o marido da Marielza, que toda noite me acordava aos berros chamando pela esposa e pedindo cigarros, é levado pelos peludos tentáculos da morte. Numa morphyne trip, num sonho, ou na real, tive a nítida sensação de ver os braços da ceifadora passando sobre minha cama. E eram peludos, como as pernas de uma caranguejeira.

Tomografia, arteriografia e ressonancia trazem uma boa noticia: o coagulo estava regredindo, sem mostras de danos significativos, neurologicamente o velho Lord parece igual a antes.

E assim se passaram os últimos 10 dias.

Na cama de um hospital, agradecendo a Deus pela maravilhosa equipe que cuidou de mim, viajando nas doses cada vez menores de drogas que me davam, esperando o tempo passar, o coagulo ser absorvido, e o mundo se fuder sem que eu possa pensar em me preocupar com ele.

Enfim, amigos, estou de volta. Lentamente. Despreocupadamente. Trabalhando intensamente essa cabeça pra não voltar a velhos hábitos perniciosos.

E louco pra montar na Preta e tirar férias. Férias de mim. Férias da vida.

A viagem continua. Talvez um pouco mais careta. Mas ainda assim, Viagem.

Keep It On Two.

L.

P.S.: No decorrer desses dias soube que a véia-da-foice levou o filho de um grande amigo. Como dores deste tamanho devem ser privadas, fica aqui meu sentimento de extremo pesar. Pais não foram feitos para enterrar filhos. Que a vida volte aos eixos, Grande Irmão. Conte, sempre e ainda mais, comigo.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

BRAZILIAN OLD SCHOOL

Bom gente, isso não tem nada a ver com performance mas tem tudo a ver com o blog, então decidi postar por conta própria!

O pessoal fica colocando as fotos de Harleys old-school aqui no site, mas são todas yankees.

Então vão algumas da Polícia Rodoviária Federal (PRF) das décadas de 40 e 50 do século passado, com os Panhedões e Knuckles da P.R.F. dando dura nas kombis (quando foram lançadas!!!). Na verdade é a PRF do antigo Estado da Guanabara (RJ).

Um monte de frente Springer, das originais, quando a frente springer era a última tecnologia, e claro, todas rabo-duro.

Essas fotos foram cedidas gentilmente pelo Sr. Hylton ou mais conhecido como Zezinho do BALAIOS M.C., e chegaram em minhas mãos.

Ele era o mecânico oficial dessas motocas todas, o cara teve o primeiro brevê concedido pela Harley Davidson no Brasil! Colocava todas as motos da PRF pra rodar e no tempo livre consertava as Harleys dos Balaios, aliás, por ser o único motoclube de Harleys não haveria outro lugar para ele estar! Isso tudo porque naquela época não tinha essa de pedir peça no eBay, ou plugar a moto no computador pra ver qual é o problema, o cara tinha que ser bom mesmo! Seu Zezinho da Moto, como era conhecido, era um desses; todas as Harleys passavam na mão dele, o cara era tão conhecido que se bobear ele já consertou até a moto do “Vigilante Rodoviário”!!!! Ele fazia o atendimento das motos numa Flathead com sidecar, onde levava as ferramentas! Enfim, muita história pra pouco espaço!

Ficam aí algumas fotos bacanas das HDs brasileiras, pela primeira vez na internet com exclusividade pro Lord of Motors!

PATRULHA PRF - HARLEY - DÉCADA DE 40

POSTO DE "FISCALISAÇÃO" (Com "S" mesmo) - HD Flathead com Sidecar!

Seu "Zezinho" - O segundo da ESQUERDA pra DIREITA

PANHEDÃO RABO DURO - PRF DÉCADA DE 40

PRF MG 1945 - Frente Springer
Dando dura na Kombi!!! A Motoca está na frente.

... E dura no caminhão também!!!

Primeira Escolta da PRF - 1947

Pra não lotar o blog com fotos, posto outra meia dúzia outro dia!

Abs,

Big Chopper de la Phrontera

Enfeitemos ...



terça-feira, 17 de agosto de 2010

PERFORMANCE - Filtros de Ar - CFM




*** TEXTO COM CORREÇÃO ***

Como o leitor GRBRUM bem notou, esqueci de um "detalhe" no texto e estou fazendo a correção agora, um detalhe básico mas que modifica as contas do fluxo de ar. Bem que eu desconfiei, minha moto, segundo as contas, estava consumindo mais ar que um New-Holland. Acontece que na hora de revisar o texto tinha duas opções, revisar o texto ou sair pra dar uma volta com a motoca.

Postei o texto sem revisar mesmo...

Valeu Grbrum!!!

*** --- *** --- *** --- *** --- ***

Filtros de ar, o problema de falar de filtros de ar é que, apesar de serem item importante na performance de uma HD, também são parte notória na estética da mesma.

Ninguém liga se o comando de válvulas é feio ou bonito, ou se os tuchos hidráulicos combinam com a roda de liga leve que acabou de comprar, mas isso não acontece com o filtro de ar.

Então se eu disser:

- O filtro tal é o melhor de todos, ou tal filtro é o mais adequado para tal configuração de motor....
É muito provável que o dono da moto pense: Ahhh foda-se, mas esse filtro é muito feio e vai estragar o estilo da minha moto.

Por isso, neste primeiro texto sobre o tema, vou tentar ensinar como escolher seu próprio filtro de ar, de acordo a sua necessidade, e então, cada um escolhe o que gostar mais!!!

Nos outros textos vou dar minha opinião pessoal dos mesmos, dos que eu conheço.

Por enquanto vamos pensar: Porquê tal filtro?

QUANTO AR, AFINAL DE CONTAS, UMA HARLEY PRECISA?

Como eu sou adepto da matemática e não da mitologia vamos aos fatos:

Simplificando algumas variáveis como a Eficiência Volumétrica do motor (que?!?), e também desconsiderando a posição da borboleta, vamos dizer que uma Harley, de 1600cc consome... 1600 centimetros cúbicos de ar por batida! Fácil hein.

Um centímetro cúbico é um cubinho de 1cm de lado (todos os lados), e 1600cm3 é mais ou menos (na verdade menos) como uma garrafa de Guaraná de 2 litros, estou arredondando para 2 litros pra ficar fácil de imaginar o que acontece cada vez que o motor dá uma batida.

Pensem agora, que entre dois pó pó do motor, foi consumida uma garrafa de guaraná de dois litros. (Isso não é bem assim, mas aqui vai ser)

Na marcha lenta, a uns 1000rpm, o motor estará consumindo QUINHENTAS garrafas “doislitro” de guaraná de ar, em um minuto!!!!! Isto é, tentem imaginar quinhentas garrafas PET de dois litros na sua frente...

POR MINUTO!!!

Vou fazer um aparte aqui para criticar os ecochatos que andam de Harley, ninguém que defende a ecologia com rigor deveria andar de Harley (nem de carro), imagine um quarto, o quarto que você vai dormir todo dia, um padrão de mais ou menos 3,00m x 2,50m.

Uma Harley ligada na marcha lenta consumiria o ar desse quarto em pouquíssimos minutos, é só imaginar as 500 garrafas de PET dentro desse quarto e quantas 500 garrafas esse quarto ia agüentar.

E uma Harley na estrada, a 3000rpm consumira o ar desse quarto três vezes mais rápido!!! Logo, não é nada legal com o meio ambiente ficar horas andando de Harley certo?

Nem de carro, é a mesma conta.

Para os ecologicamente extremamente chatamente corretos aconselho, com força, andarem de 125cc da próxima vez, ou de moto elétrica.

Enfim, voltemos ao assunto principal.

Acontece que os filtros de ar são americanos, e eles medem as coisas à moda americana, em pés cúbicos por minuto, cubic feet per minute, ou CFM.

Resumindo, o motor TC96 tem 96ci, cubic INCHES, ou POLEGADAS cúbicas (os caras se superam com essas coisas).

96 cubic inches são 0,056 cubic feets

Isto é, esses yankees são um pé no saco com essas medidas.

Então vamos nacionalizar: com o manete do acelerador todo aberto, a uns 6500rpm eu precisarei de 1,6 litros (1600cc) vezes os 6500rpm dividido 2, ou seja, 5.200 litros de ar por minuto. (Ou 2.600 garrafas de guaraná por minuto!!!)

Transformando pra CFM, 5200 litros dá: 185 Cubic Feet

Por tanto vou precisar de um filtro de ar que me entregue com facilidade 185CFM.

É claro que estamos falando de uma moto ideal e perfeita, a 6500RPM, com uma eficiência volumétrica de 100%, enfim...

Num caso comum, uma harley normal, , e uma pessoa normal, seriam uns 4500 a 5000rpm máximo, que são 140cfm de demanda de ar. Como a primeira coisa que o pessoal troca na Harley, pensando em performance, é o filtro de ar, vou assumir que a maioria tem um motor basicão e só quer trocar o filtro para andar um pouco mais.

Agora vem a parte ruim disso: Não existe um padrão para medir o fluxo nos filtros de ar que estão a venda no mercado. No geral são feitos testes a 10” de mercúrio de pressão, mas não é padrão e muitas vezes as medidas de CFM não são comparáveis. Se você ler por aí, "filtro de ar com 200CFM" tente procurar a que pressão isso foi testado, não é a única variável mas já é um começo.

O filtro de ar da Harley, o original, aparentemente tem uma vazão de uns 130cfm (a 10”Hg de pressão). Ou seja, uma bosta, menos do que o motor (original) gostaria. Podem culpar a E.P.A.

Então fica aí a primeira conclusão, TROCAR O FILTRO DE AR É IMPRESCINDIVEL!

Para saber qual a necessidade do seu motor, em CFM, vou fazer uma formulazinha aproximada:


Quanto à essa fórmula, é sempre bom lembrar que os filtros de ar começarão a sujar assim que forem usados e certamente perderão eficiência, portanto é aconselhavel usar uns 10% a mais do resultado dela para cobrir esse tipo de variável.

Agora, óbvio, se entrar mais ar, vai sair mais ar, mas vou falar de escapamentos outra hora.

Concluindo, o melhor filtro de ar vai ser O MAIOR filtro de ar, podemos afirmar isso com a certeza de estarmos certos, entretanto o “maior” filtro de ar nem sempre vai ser o mais em conta em termos de preço e nem o mais bonito.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...