quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Literatura Nacional


Na garagem de casa, minhas Harleys:

Harleys brancas pretas amarelas.

Pra que tantas Harleys, meu Deus, perguntam meus olhos.

Porém meu coração

não pergunta nada.


Big Chopper Drummond de la Frontade

6 comentários:

BIG CHOPPER DE LA FRONTERA disse...

Caralho, lendo agora ficou mega gay isso aí, mas na verdade é um trecho de um texto do Carlos que ele estava falando das pernas de umas gostosas em um bonde que ele viu passando... Nada gay por sinal, ai eu achei que ia ficar legal transformado pra Harleys, mas enfim, ficou isso ai...

edsonsmdesign disse...

Não pense que só vc tem essa veia poética, olha só:

"No meio do caminho tinha uma harley
tinha uma harley no meio do caminho
tinha uma harley
no meio do caminho tinha uma harley."

Anônimo disse...

"Tinha uma Harley no meio do caminho, no meio do caminho tinha uma Harley quebrada no meio do caminho chegou outra Harley pra socorrer a Harley quebrada no meio do caminho ficaram duas Harleys quebradas no meio do caminho."

Lord of Motors disse...

Ta gay mas ta legal.

Hadys disse...

Eu entendi direitinho e não é coisa de gay, o cara tem que ser muito macho pra ter mais que uma HD !!

Anônimo disse...

Essa coisa de ser muito macho pra ter mais de uma HD é que soou gay, tem nego gay que tem mais de uma HD então tudo foge a regra, o lande de fazer poesia para motocicleta acho meio brega mas como tudo foge a regra façam poesias pois o importante é rodar muitos kms o resto que se foda KKKKK

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...