segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Histórias do motociclismo por Tio Guto



"Em 1971, fica pronta no Brasil, a primeira Chopper nos padrões americanos, feita pelos fundadores dos Balaios M.C., Blint Bob e Jim Best. Uma Flathead 1946, do Paulo César. Esta Chopper faz tanto sucesso no RJ/RJ que o dono e a Chopper estrelam o filme "O Guru das 7 Cidades", de 1972.

Acompanhei os 2 anos de construção desta Flathead (1969/1971) quase que diariamente (dos meus 12 aos 14 anos), pois era vizinho do Paulo César (ele não era 2.13.3), no bairro do Grajaú/RJ.

Em 1976, Paulo César migra para os EUA, para curtir o sonho americano. Vende sua moto, ficando esta de propriedade dos 2.13.3 até o ano de 1982.

Hoje em dia, Paulo César vive como andarilho (60 anos), vagando em uma bicicleta velha, pelas estradas do país. Ele esteve em minha casa há 2 anos atrás.

Tio Guto."


Sinopse do filme:
Na localidade conhecida como Sete Cidades vive um grupo de jovens marginalizados entregues à pratica da magia negra, possuindo um guru como chefe. Numa cidade vizinha, um casal milionário vive em constantes brigas, cujo motivo é a diferença de idade entre os dois. Muitos são os rapazes da localidade que cobiçam a mulher do industrial, que se torna amante de um deles. Um dia, o casal vai visitar a comunidade do guru e a mulher é convidada a participar de um culto de magia no qual se escolhe uma pessoa para sacrifício. A mulher pede ao guru que sacrifíque seu marido. A mansão do industrial é então invadida e o matam. Todas as suspeitas do crime recaem sobre o amante. Dias depois no decurso de um outro culto, a mulher é escolhida como vítima, cumprindo-se o provérbio: " feitiço vira contra o feitiçeiro".

Ficha Técnica
Título original: Guru Das Sete Cidades
Gênero: Comédia
Duração: 85min.
Lançamento (Brasil): 1972
Distribuição: U.C.B.
Direção: Carlos Bini
Roteiro: Carlos Bini
Produção: José Pinheiro de Carvalho
Co-produção: Guru Produções Cinematográficas
Música: Jorge Omar e José Luis Caetano Silva
Fotografia: Hélio Silva
Edição: João Ramiro Melo

2 comentários:

Anônimo disse...

Um pedaço da história do motoclubismo e motociclismo de estrada (tem outro tipo? Não deveria!) do Brasil.
Muito bom!!!!

Diesel
BssB

karuna disse...

O que sei é que essa Rejane Medeiros era muito é da gostosa.... ;)

É só procurar no google Rejane.Medeiros_Guru.das.sete.cidades_bydino e verá um trecho da Missa Negra.... hahaha!!!! Às vezes, sinto uma certa falta de mulher barbuda..... nada como Cláudia Ohana, mas pelo menos uma pequena barbicha... ;) Mas hoje em dia, elas resolveram encarecar tudo, e daí fica difícil ver uma perseguida de barbicha.... hehe!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...