terça-feira, 19 de novembro de 2013

Que venham os dias, que das noites já to legal...




" Por isso o viajante não pode prender seu coração com demasiado firmeza a nada de singular; tem de haver nele próprio algo de errante, que encontra sua alegria na mudança e transitoriedade.

Sem dúvida sobrevêm a um tal homem noites más, em que ele está cansado e encontra fechada a porta da cidade que deveria oferecer-lhe pousada; talvez, além disso, como no Oriente, o deserto chegue até a porta, (...)

É então que cai para ele a noite pavorosa, como um segundo deserto sobre o deserto e seu coração se cansa de andança."


Nietzsche 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...