sexta-feira, 2 de junho de 2017

Chopper Camp 2017




Quando o Paulo (Joe King Speedshop) fez contato comigo, convidando pro Chopper Camp, minha resposta imediata foi: Não to afim de ir, TO PRECISANDO IR. A rotina é uma merda, e por mais que minha rotina seja bem diferente do normal, variar um pouco não faria mal. Nada melhor que uma viagem com uns caras da pesada pra desopilar a mente...




A previsão do tempo era de chuva pro fim de semana do Camp. Campos do Jordão é um frio dos infernos nessa época do ano, e acampar com chuva, no frio, não era bem minha ideia de diversão...

Já estava até desanimando, quando chegou pelo correio meu Kit de participante. Pensei bem, e mandei um foda-se pra tudo. Vou nessa porra, o frio que se foda.


Eu tenho uma regra, não sair pra viagem de moto se já estiver chovendo. Pegar chuva na estrada, tudo bem. Mas sair com chuva é mal presságio.

Pois bem, não precisei quebrar a regra, saí de casa às 4 da manhã, sem chuva. 

Mas foi só sair da Ponte Rio Niterói e pegar a Avenida Brasil que começou o aguaceiro. Capa de chuva, bota gelada, lenço no rosto, velocidade reduzida, vamos nós, em direção ao "Born Frio"...



Seis horas de friaca, acabo sendo o primeiro a chegar em Campos do Jordão. E com isso virei cobaia da estrada de barro pra chegar no  pico do evento.

Haviam passado a máquina na estrada, e com as chuvas fora de época, virou trilha pra big trail... 
LAMA PRA CARALHO!




À medida que nego foi chegando, foi encarado (ou não) da melhor maneira possível o obstáculo. No fundo, o lameiro foi uma atração bacana do evento, e serviu pra todo mundo ficar ainda mais brother... Todo mundo tinha que se ajudar, sozinho ninguém chegaria lá em cima. 











As motos ficaram lindas, com esse acabamento de barro vermelho...




Mas era o purgatório pra chegar no Paraíso.

O local é fantástico, lindo demais. A beleza natural de Campos do Jordão, e principalmente deste sítio... Até uma cachoeira tem no pico!

NÃO PEGA CELULAR! NEM INTERNET!!! 

Frio, fogueira o tempo todo acesa, fundamental.











Sempre digo que o que faz o evento somos nós.

Um evento alucinante, mas com nego mala, fica uma merda. E um evento cheio de percalços, com gente bacana, fica do caralho.

Um evento alucinante, com gente bacana, como fica?

















































O Chopper Camp contou com o patrocínio da Wild Turkey Whiskey e da Cerveja Miller.
Dá pra imaginar o consumo alcoólico da galera?




No segundo dia de evento pintaram dois pizzaiolos foda (The Barba Brothers) que mandaram uma seção de pizza no forno a lenha de tirar a barriga da miséria... Pizza artesanal da melhor qualidade...









Fiquei muito satisfeito de participar deste primeiro Chopper Camp.
 Um evento de primeira, "roots", gente da melhor qualidade. Novos amigos que tenho certeza esbarraremos muito ainda.

Ao Paulo e equipe, meu muitíssimo obrigado pelo convite. Conta comigo pros próximos, não tem como eu deixar de participar.

Chopper Camp. 

Tava faltando evento como esse.

Ano que vem tem mais!










CRÉDITOS DAS FOTOS E VIDEOS:
PARTICIPANTES DO CHOPPER CAMP
(galera, impossível eu saber o autor de cada imagem)

Um comentário:

Anônimo disse...

DO CARALHO!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...